quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Um Caso Real - Falta de Pessoal


Caso denunciado por um Colega

Um Agrupamento no Porto vai solucionar o problema da falta de Assistentes Operacionais desta forma :

 25 trabalhadores colocados pelo IEFP - CEI - Contratos de Emprego de Inserção - A escola apenas tem de pagar os 20% + Subsídio de refeição - em média mensalmente estes recebem mês 180 Euros.

15 trabalhadores colocados pela Câmara Municipal - A escola não lhes paga nada. Exceto transportes - deslocação.

12 trabalhadores colocados como Limpeza - pagos a 3,20 Euros/hora máximo de 4 horas diárias - sem direito a subsídio de refeição.

Não foram propostas qualquer alterações de outros Assistentes Operacionais de outros Agrupamentos, dado que a maioria tem carência dos mesmos.

Alerto de que esta situação tem acontecido todos os anos letivos anteriores.

Fica mais barato do que abrirem concursos para integrar necessidades permanentes e pagar 485 euros/mês , correto ?

E nos vossos Agrupamentos o cenário é idêntico ?




3 comentários:

  1. As tarefeiras - horas de limpeza têm por lei direito a subsidio de refeição.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Colega , não sei se teve acesso a esta informação - http://assistente-tecnico.blogspot.pt/2013/08/ainda-nao-entrou-em-vigor-lei-das-40.html

      Eliminar
  2. Pedimos desculpa mas é apenas para divulgar. Um casal, a crise, poupanças e histórias de quem vive a crise como muitos outros, mas onde a poupança é o melhor remédio. Pode passar a mensagem…? Obrigado!

    http://ocarteiravazia.blogspot.com/

    ResponderEliminar


Agradeço o seu contributo com interesse público e de forma séria.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...