segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Mobilidade Por Doença - Governo limita abusos

 
Todos os pedidos de mobilidade por doença dentro do mesmo concelho foram indeferidos, devido ao elevado número de pedidos, de docentes que pedem para mudar para escolas a menos de 1 km... apenas porque não querem ir parar a um bai"x"o social...

aguarda-se publicação






3 comentários:

  1. Se um professor concorrer à mobilidade por doença e for obrigado a concorrer também à mobilidade interna (porque não tem horário na sua escola) pode acontecer que seja colocado numa escola de um dado concelho (não esquecer que esta colocação ocorre primeiro) e depois tenha pendente uma mobilidade por doença para uma escola nesse mesmo concelho sem que haja qualquer abuso por parte do docente. O que talvez haja é uma falta de organização por parte do Ministério da Educação que permite que estas situações aconteçam.

    ResponderEliminar
  2. Só uma dúvida onde leu isso?! E é geral? É que até a mobilidade anterior tinha exceções, para situações em que a escola do quadro não tinha as condições de acesso ao trabalhador. É que a ser verdade há pelo menos um familiar meu que não irá trabalhar, porque o edifício da escola em questão é antigo e não permite a sua mobilidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Veio deferido. Sou o anónimo anterior.

      Eliminar


Agradeço o seu contributo com interesse público e de forma séria.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...