quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Primeiros resultados




6 comentários:

  1. Uma prova que algo vai muito mal nos nossos serviços...

    ResponderEliminar
  2. AT permita-me corrigir: os CT não estão em regime de substituição, estão em mobilidade (hi hi hi!) :)

    ResponderEliminar
  3. Salvo erro desde 2008 que não há concurso para chefe de serviços administrativos. Os assistentes técnicos que estão a fazer funções de chefe durante 1 anos e mostraram competência, deviam consolidar a situação. O estado não deverá abusar da situação e pagar menos a um funcionário que é competente e desenvolve serviço de um chefe que tem remuneração maior. Concordo que os funcionários em geral avaliem o seu chefe. No caso do encarregado de pessoal não docente nos últimos 30 anos não houve qualquer concurso, apesar de estar na lei. Nestes casos deviam ser os colegas a escolher e não os diretores a nomear. Antonio zé

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os colegas só estão lá porque querem... ninguém está obrigado. Portanto, o Estado não está a abusar de ninguém.

      Eliminar
  4. Os colegas estão lá porque lhes interessa o dinheiro no fim do mês e o estatuto, principalmente p estatuto.

    ResponderEliminar


Agradeço o seu contributo com interesse público e de forma séria.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...