domingo, 9 de julho de 2017

CONCURSO DOCENTES "encontro-me excluído do concurso"

Esta é a frase mais comum... nas últimas horas! 

Nada que não se tivesse previsto! 


Os contratos assinados emitidos pela plataforma da DGAE, não coincidiam com as declarações emitidas pelas escolas e pelos registos biográficos!

Avisamos diversas vezes a DGAE que algo não estava correto! E ninguém dizia o motivo e o que é que prevalecia...

E novamente por falta de coordenação e divulgação de todas as notas informativas a todos os elementos a tratar da matéria! Várias escolas ainda não sabem em que situações se aplica a retroatividade do tempo de serviço a 1 de setembro.

Temos diversos cenários, várias foram as situações relatadas, uma delas foi que os candidatos e os serviços, não repararam nas datas que constavam no SIGRHE, contando apenas desde a colocação da RR... daí lapsos.

Isto só acontece, porque não temos todos DOCENTES e NÃO DOCENTES com acesso ao E-BIO - Registo Biográfico online, com possibilidade de verificar constantemente a situação individual e na eventualidade de reclamação a mesma ser eletrónica para os serviços júridicos da DGAE.

"A candidatura foi objeto de reanálise. É de se propor a exclusão da candidatura em análise aos concursos externo e de integração extraordinário. Assim,
nos termos do artigo 114.º do Código de Procedimento Administrativo, é V.ª Ex.ª notificado que, por se verificar a existência de um aditamento ao
contrato, passa a constar nas listas definitivas de exclusão, por ter mencionado incorretamente o tempo de serviço após a profissionalização."

Ou seja, encontro-me excluído do concurso.

Convém referir que no meio disto, existem muitos artistas a tentar que algo se valide e não tem direito! Mas pensam que as declarações emitidas não se podem dar sem efeito...

Não me espanta meus caros!


4 comentários:

  1. AT, quando a contabilização do tempo de serviço após aditamento dá, por exemplo, 364,886 dias, o valor apurado é 364 dias ou 365 dias?

    Obrigado

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Sempre, não! Quando há um aditamento e o ano é de 365 dias e se verifica no final 364,5 manda arredondar-se para a unidade inferior, assim como, se o ano for de 366, se verificar no final 365,6 arredonda também para a unidade inferior de 365, porque houve um aditamento - quando há aditamentos o trabalhador não pode ter o mesmo tempo de serviço que teria, sem um aditamento.

      Eliminar
  3. Ok, obrigado. Então há uma escola que me está a "dever" 1 dia.

    ResponderEliminar


Agradeço o seu contributo com interesse público e de forma séria.

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...