quarta-feira, 19 de setembro de 2018

O ano letivo começa sem problemas visíveis ? O problema está dentro de paredes...


Muito conciso...
Parece incrível, está tudo a correr tudo bem!!!

Impressionante!

Só não percebo os emails relatados com os seguintes temas...

Tenho duas situações relatadas de dois colegas Assistentes Técnicos que foram agredidos no seu serviço, um fisicamente e o outro verbalmente e a direção não realizou participação às autoridades... (a desenvolver, vamos explorar este assunto)

Enc.Educação avisa e questiona se é legal, porque tem o filho com mais meninos numa sala com uma auxiliar, com indicação da direção para que todos fiquem em casa, porque não têm professor...

Tenho outro caso de uma Assistente Operacional que está num pavilhão com 125 alunos sozinha...

Vários colegas relatam que recebem todos os dias, dezenas de Pais devido aos problemas nos vouchers...

Temos colegas que têm o seu pedido de mobilidade recusado pela segunda vez ?!?!? como é que é possível!!!! 

Pessoal Não Docente, eu alinho em movimentações, em greves desenhadas, em protestos...

https://www.youtube.com/watch?v=q1MJcxAdkx0



4 comentários:

  1. E uma achega de uma Enc. Educação: assistentes operacionais "obrigados" a ficar com as crianças porque as mesmas não têm professor ou ele falta e elas não são distribuidas pelas outras turmas, já de si grandes, com 25/26 alunos (e não me venham dizer que no 1º ciclo isso não acontece, que tenho a prova de 8 turmas com esse número já neste ano lectivo, igual aos anteriores).
    Ligaram-me para casa para ficar com a criança porque não tem professor.
    Ter a dita criança um horário em que as AEC (nas quais não está inscrita) colocadas no meio do horário do Prof. titular. O que se faz aos meninos nesta situação? Ficam no refeitório com uns jogos e uma auxiliar......(sem comentários).
    Prof que é colocado, mas não aceita nem deixa de aceitar, a Directora da escola só fica com os meninos de manhã porque o horário dela é só até às 13h e ainda não tem horário novo dado pela sede do Agrupamento - não esquecer que as aulas já começaram desde dia 17/9.
    Pais com vouchers trocados a juntar aos problemas da ASE.
    Funcionários sem resposta a dar porque......ninguém lhes diz nada e eles nada podem fazer.
    Para já é só. Com 2h de almoço no 1º ciclo, no inverno é que vão ser elas ao colocar os miudos na sala de aula, que faz também de sala de ATL (está dividida ao meio, por ela estar na turma mais pequena, a única de toda a escola com 19 alunos) e uma auxiliar. No ano passado correu tão bem que a mesma foi para casa com os bolsos da bata rotos. Esta turma tem situações muito complicadas, mas não é para aqui chamado.

    ResponderEliminar
  2. A mim o que me chateia sabem o que é?!? Falam mal dos serviços públicos e dos seus trabalhadores, dos sindicatos que defendem os serviços públicos e o seus trabalhadores... mas depois, quando as coisas falham aqui del rei... que é uma vergonha...
    Afinal o que quer o povo Português???? Serviços Públicos de qualidade ou Privados???

    ResponderEliminar
  3. O maior problema da Função Pública, não é os funcionários públicos, mas sim das chefias que os estão a coordenar. A maioria dos coordenadores com excepção de alguns, não estão habilitados por concursos públicos, mas sim são nomeados por autentico compadrio. não têm competência e são uns verdadeiros lacaios das chefias. Por isso é que a função pública está como está. Para melhorar a FP abram concursos públicos transparentes e honestos, porque o que esta a acontecer é uma vergonha.

    ResponderEliminar
  4. É verdade existe uma grande falta de transparência na Função, na minha escola a coordenador do pessoal auxiliar é uma grande incompetente e Burra e intratável, não têm competência, não fez concurso, mas é amiga.... intima do Director

    ResponderEliminar


Agradeço o seu contributo com interesse público e de forma séria.

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...