domingo, 21 de junho de 2020

Serviços Administrativos com Distância ? Digitalização ? Plataformas ? 400 M€ ?



Mais uma vez o Ministério da Educação, não terá consultado os Diretores, as chefias, os utilizadores diários dos diversos procedimentos morosos, que abundam nos serviços administrativos.



Este momento, era fulcral para discutirmos medidas, que podiam além de aumentar a poupança efetiva de recursos humanos, podemos diminuir em muito o impacto ambiental de outras medidas, procedendo à efetiva digitalização com os meios já existentes.

Já verificamos que os apoios disponibilizados não são direcionados para os serviços, nem para criarem emails institucionais, algo que deveria ser obrigatório em todos os serviços. 

Conta-me o nosso colega P, que ainda na semana anterior recebeu de uma escola, um pedido de um processo através de um email "rosinha@sapo.pt Solicito o processo da Professora Maria das Dores xpto"... o colega devolve resposta a solicitar o pedido através de email institucional, a colega que recebeu o email, foi fazer queixinhas ao chefe e este liga-lhe, dizendo que não estava a perceber a resposta. 

O colega P explicou de que não reconhece a origem desse email como associado ao Organismo que se identifica, dado que esse contacto não surge na página oficial do Agrupamento... e o CSAE (chefe) pergunta qual é que lá está ? ...etc etc

Isto tudo para vos dizer que esta situação reportada, é uma entre muitas que nos acontece entre organismos. Já referimos aqui que é relativamente fácil sacar informação sobre trabalhadores, existe um facilitismo imenso, sem qualquer registo de acesso/consulta da informação.

Neste período, podíamos ter delineado uma metodologia padrão de organização, algo que já se aplica, mas apenas em 1% dos organismos, diria. 

Reparem que brevemente teremos de enviar milhares de documentos/processos dos alunos via correio, aqueles que pedem transferência ou têm de mudar de estabelecimento... e ninguém quer saber!

De seguida temos milhares de processos físicos de professores que têm de mudar de estabelecimento! A maioria dessa informação já consta das aplicações/plataformas, contudo não está agregado! Cada escola tem a sua parte!

Não quero ser repetitivo, julgo que isto só irá mudar quando passarmos ou os que já lá estão, na Autarquia e este sim, obrigue todo o Município a ser digital! Porque por parte dos Diretores/Chefias ou Ministério, ninguém quer saber...






Dos 400 Milhões ? Não vamos ver um cêntimo, mas dos milhões que o IGeFE já arrecadou, não sei do investimento :)





Sem comentários:

Publicar um comentário


Agradeço o seu contributo com interesse público e de forma séria.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...