domingo, 15 de abril de 2018

E quantos trabalhadores Não Docentes estão na mesma situação ?

Mais de 6 mil professores estão de baixa há mais de 2 meses


Isso é grave ? 

Caros Pais, rezem para que muitos deles não apareçam ao Serviço! 

Esquecendo os que estão realmente doentes! 

Vamos falar daqueles que estão avariados da cabecinha!

Os diretores não têm grandes meios para limitar esta situação. Muitos não querem abrir processo inquérito ou disciplinar aos seus colegas no final da carreira!

Já temos vários ao serviço, encostados em "tarefas menores", nomeadamente apoio aos alunos, foi intencional a designação de tarefas menores... quando o aluno, precisa de apoio porque na sala de aluna não é suficiente ou por outros motivos, em regra, pode receber um professor encostado!
Mas temos outros, impedidos para as funções da docência, em junta médica, mas que continuam na escola a tirar fotocópias... e servir de assessores, em projetos inventados para os entreter... e a auferir o bem-dito vencimento, porque não existe por parte da administração interesse em coloca-los noutras funções de mais valia para a sociedade.

Contudo, é de referir, no caso dos Docentes, estes estão na sua grande maioria, todos substituídos por outro! No caso dos Não Docentes (Assistentes Técnicos, Operacionais, Técnicos Superiores) estes não são substituídos... ficando os alunos sem vigia, sem limpeza, sem apoio!!!

Proponham-lhes a reforma a alguns deles, com corte de 40% até atingirem a idade da reforma, acredito que a maioria aceita! Porque eles também não querem estar na Escola!

Realizem uma mera estatística, verifiquem em que sistema contributivo se enquadram estas baixas médicas... Se na Caixa Geral de Aposentações ou na Segurança Social ? E depois divulguem em praça pública a diferença no caso de doença, qual é o valor do Subsídio.

CGA fica em casa com 100% do vencimento.
Seg. Social fica em casa com 55% do vencimento.

Isto é outra questão... 



2 comentários:

  1. Sinceramente se houver muitos funcionários nesta situação é porque são beneficiários da CGA, porque se fossem da SS além de só receberem 55% e 60% do vencimento em vez de 90% e 100%, ao fim de trinta dias ou antes são presentes a uma junta médica, a convocatória pode chegar ao décimo sexto dia, aconteceu comigo numa baixa médica passada por um hospital público após internamento, indignação.........
    Outros ficam dezoito meses "doentes" e não recebem uma única convocatória, acham mesmo que aceitariam uma aposentação com corte de 40% se ficam em casa a ganhar 100%?
    Já os da segurança social....enfim... Acredito que sim, já estão habituados a 60% ou menos, e assim, após a reforma não teriam que se apresentar a juntas médicas todos os meses, com os respectivos custos de deslocação associados às mesmas.

    ResponderEliminar
  2. Foi operado e passado 3 semanas tinha a carta da SS para uma junta médica.
    Tive colegas que só por serem chamados atenção forma para casa mais de 12 meses e nada de juntas médicas!
    Não acho justo uns serem SS e outros CGA, sou SS mas já fui CGA durante mais de 5 anos e depois o governo fez esta bela jogada :(

    ResponderEliminar


Agradeço o seu contributo com interesse público e de forma séria.

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...