terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Substituição da chefia, como não fazer


Ficar em regulamento interno a substituição da chefia nestes termos ? 

Parece-nos desatualizado este método.


31 comentários:

  1. Mas é o que mais se vê nos serviços.... A velhice, ainda é um posto..... mesmo que existam outros trabalhadores, mais novos, com mais competência... Isto é só o reflexo do país e dos trabalhadores que temos

    ResponderEliminar
  2. Ser mais novo não significa que seja mais competente e velhos são os trapos! Obviamente que deve ser dada a hipótese ao funcionário mais antigo, mas este também pode recusar o cargo, certo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São raras as situações em que os mais "velhos" são mais competentes ou estarei enganado? É que os muitos exemplos que conheço são os mais novos, aqueles que têm menos tempo de serviço e que recebem menos, os que fazem a maior parte do trabalho, que assumem novas tarefas e responsabilidades e que, na sua maioria, tem mais competências, principalmente a nível informático.
      Mas, para que fique claro, não estou contra os "velhos" nem acho que são todos iguais. Merecem o meu respeito mas isso não significa que não tenha esta opinião.

      Eliminar
  3. Esta é sem dúvida uma questão que deveria ser Decretada, pois o que está a acontecer é que os graxistas estão a passar à frente de colegas bem mais competentes.
    A Direção escolhe!
    Enquanto assim for, serão sempre criadas injustiças…
    Sim, deveria ser o funcionário com mais anos de serviço, ou então o funcionário com mais habilitações literárias.
    E depois dentro destes parâmetros teria de ter uma boa avaliação, ser assíduo, empenhado e responsável para com o seu serviço (pois também sabemos que entre os mais velhos e os mais letrados, há sempre quem seja menos competente que outros…)
    Se o funcionário proposto para Coordenar não quisesse assumir essas funções também estaria no seu direito e poderia recusar, e a Direção passaria para o funcionário seguinte.
    NÃO ESTÁ CORRETO SER O FUNCIONÁRIO MAIS NOVO OU COM MENOS ANOS DE SERVIÇO.
    Com isto impede-se outros funcionários de progredirem justamente na carreira…

    ResponderEliminar
  4. Para evitar tanta opinião diferente só há uma coisa JUSTA a fazer: ABRIR CONCURSO PARA COORDENADORES.
    Aí sim, veríamos os mais competentes.
    Isso sim, seria mais que justo.
    Mas o problema é que aí não podem funcionar as cunhas, que todos sabemos que existem...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concurso, onde o tempo de serviço nas funções irá contar??? É que se for assim, continuam lá os que já lá estão...
      Concurso sim mas com esta particularidade... não haver contagens de tempo de serviço na função. Para mim, para além de habilitações uma provazinha de conhecimentos, assim tá bem!!!!

      Eliminar
  5. No meu serviço são os mais velhos que asseguram as funções com maior responsabilidade.
    Tudo porque os mais novos ou não sabem, ou não querem saber, ou passam o dia a brincar e a fumar lá fora…
    Tanto poderia dizer…
    Mas concordo com aquele comentário: abram concursos para Coordenadores. Isso sim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Tudo porque os mais novos ou não sabem, ou não querem saber, ou passam o dia a brincar e a fumar lá fora…"
      Será assim ou está com medo de perder a sua posição????

      Eliminar
  6. Abram concursos e acaba-se com a polemica.
    Tornar-se Chefe por escolha é muito injusto e uma falta de respeito para com os outros funcionários.
    E para além disso, quando assim acontece, os novos chefes escolhidos, nunca serão respeitados pelos demais, pois todos sabemos como conseguiram, subir.

    ResponderEliminar
  7. No meu serviço o “chefe” escolhido é um incompetente. Mas tem uma coisa muito boa que a Direção adora: é um bufo e graxista de primeira. É destes que as Direções gostam.
    Por isso nunca há-de mudar nada na Função Pública.
    O meu novo “chefe” está sempre a esconder os erros e a tentar manter uma imagem perante a Direção que não tem. Mas reconheço-lhe uma coisa: é bastante astuto para com as suas mentiras, conseguir ludibriar os superiores.
    E quando chora? Ai como a Direção se deixa levar por aquelas lágrimas de crocodilo…
    Pessoa mais falsa e cínica não existe.
    Mas são destess que as Direções gostam.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "é um bufo e graxista de primeira. É destes que as Direções gostam." E talvez que diz ámen a tudo sem questionar, sem pensar, mesmo que prejudique os seus pares... Oh como eu conheço este tipo de "Chefe"

      Eliminar

  8. Concursos ? Para ficarem lá toda a vida ?

    Já que adoram eleições, vamos coloca-los lá por 4 anos apenas!!! E vão sempre a votos :)

    É demais participarmos numa percentagem na avaliação dos mesmos ?

    Não será mais rentável para o erário público, uma rotação que promove a ambição de todos, promove a oportunidade ?

    Bem sabemos que outros senãos surgem :)

    Estamos a gostar destas intervenções :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rotatividade? Colocar no lugar de quem é competente e sabe de todas as áreas, pessoas que apenas sabem de uma? Substituir CT's que estão sempre disponíveis e são responsáveis, por colegas que cumprem o seu horário e sacodem a água do capote, assim que lhes são assacadas responsabilidades?
      Mais vale contar com uma pessoa que oferece a total segurança, do que andar sem saber o que acontecerá no dia seguinte!

      Eliminar
    2. Ninguem sabe de todas as áreas, há quem finja saber de todas as áreas . porque na realidade para chefiar hoje em dia, não é preciso saber muito, pois quando se tem uma equipa em que cada um é responsável pelo que faz e competente, o “chefe” só serve para representar um serviço.

      Eliminar
    3. Reafirmo o que disse: o Coordenador Técnico/Chefe tem de saber de todas as áreas. Senão, colocam-lhe à frente algo para assinar, para se vincular e ele assina de cruz? Apenas e só porque todos os restantes colegas das diversas áreas são responsáveis? Pondo em causa a Direção, A Escola, o Agrupamento? Quem sabe, se o próprio Ministério? Acordem, porque já é hora de trabalho e não de andar a sonhar!!!

      Eliminar
    4. Tem toda a razão mas não é justo que um CT que, na maioria das vezes, não sabe mais que nós, receba mais e nos represente com o nosso esforço, conhecimento e responsabilidade. Deveriam era aumentar o salário dos AT ou diminuir o de CT

      Eliminar
    5. "Anónimosexta-feira, 11 janeiro, 2019

      Rotatividade? "

      Não referimos rotatividade dos mesmos. Preferimos a possibilidade de em cada 4 ou 5 anos, sejam verificados novamente os requisitos, as condições e possibilitar a substituição! É uma apenas uma sugestão, que bem sabemos que não agrada aos demais que anseiam pelo trono. E a muitos dos visitantes que já exercem em substituição e andam aflitos com a demora na consolidação ;)

      @Anonimo que refere "o chefe só serve para representar o serviço "

      Uii ? Sério ?? Não pode executar ? Really ? Não temos essa visão.


      A TODOS QUE ESCREVEM comentários, por favor, inventem um nome/nickname/alcunha, é chato responder sem a anónimos. Basta usarem a opção, NOME...

      Eliminar
    6. Resposta ao seu comentário, ao meu comentário J

      “…Anonimo que refere "o chefe só serve para representar o serviço "

      Uii ? Sério ?? Não pode executar ? Really ? Não temos essa visão.”



      O colega acha que eu ou os meus colegas temos essa visão?

      Claro que não temos.

      A visão que temos é que: um Chefe como deve ser é aquele que tem de saber de todas as áreas sim, que não tem problemas em defender-nos se for preciso, que apoia a sua equipa, e principalmente que se chega à frente, executa e assegura ele próprio, o trabalho de algum colega que falte… Isto e muito mais…

      E sabe porque disse eu aquilo? Porque é precisamente o contrário que nós temos aqui. Temos um substituto, escolhido pelas graxas que deu e favores que faz, e que tanto a Direção, como ele dizem que ele só tem a função de assegurar a paz no serviço, e representar a secretaria…

      É incrível mas é verdade.

      É quase como um Presidente, a cara de um país e que distribui beijinhos e abraços (no nosso caso para engraxar a Direção) e que tenta manter a paz entre os partidos.

      Representa Portugal.

      O nosso substituto que nada faz, representa uma equipa empenhada, dedicada e competente… Nós que fazemos o trabalho todo não levamos louros nenhuns. Ele sim, “pois é graças a ele que tudo anda para a frente”…

      Sabem uma coisa? ASSIM QUALQUER UM ERA CHEFE OU SUBSTITUTO…

      Continuo a achar que um Concurso resolvia toda esta polémica…

      Uma boa semana de trabalho a todos vós…

      Eliminar
  9. Ora aqui está um exemplo do que poderia ser feito para substituição de Coordenadores:

    Diário da República, 2.ª série — N.º 8 — 11 de janeiro de 2019 – Página 1521
    Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares
    Agrupamento de Escolas Francisco de Arruda, Lisboa
    Aviso n.º 834/2019

    Tal como são feitos concursos internos para Diretores, era abrir também concursos para Coordenadores. Não vejo qual o problema. Talvez dê trabalho… Mas seria mais justo.
    Se o fazem para Diretores porque não o fazem para Coordenadores?
    Não entendo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Imagine-se um Diretor "espero", prefere ter o um chefe indicado por si, em que lhe diz o que quer aprovar ?

      Ou prefere um que lhe diga que não pode aprovar porque a lei não permite e que refira essa posição em atas/memorandos etcetc

      E muito mais... ;)

      Eliminar
    2. Na verdade com este comentário verifico que o colega ainda não descobriu o que é uma carreira profissional.

      Eliminar
  10. POIS EU VOU PELA ANTIGUIDADE E AVALIAÇÃO DE SERVIÇO.
    Isto sim era justo…
    E se a pessoa não se sentisse capacitada para chefiar, passaria ao seguinte mais antigo e com melhor avaliação, e por aí adiante…

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Antiguidade e avaliação de desempenho.... mudar para que tudo fique na mesma????
      Chega de compadrio, incompetência, despesismo e injustiças.... Concurso com prova de conhecimentos. Mas uma prova séria e isenta

      Eliminar
  11. EU VOU PELA REFORMA.
    Se há tantos políticos a reformarem-se antes dos 50 anos, e outros que nem aparecem na Assembleia da Republica e os colegas marcam-lhes as presenças, porque é que na escolha para Coordenador não se aplica a máxima de que quem está mais próximo da reforma possa passar a Coordenador?
    Ao menos sempre vai para casa com um ordenado melhor e merecido se essa pessoa for competente. Também tem de ser competente.
    Estoua adorar ver os meus colegas, FINALMENTE, a manifestarem-se. Pelos vistos este é um assunto comum a muitos serviços.
    Pois falem colegas.

    ResponderEliminar
  12. Se a diferença salarial fosse menor entre CT e AT, ou dito de outra forma, se os AT recebessem um pouco mais, provavelmente, a maioria de nós ATs, até dispensaria a carreira de chefe... Ou não???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também é verdade.
      Nós Assistentes-Técnicos somos muito mal pagos para tanta responsabilidade que temos em mãos...

      Eliminar
  13. Eu sei de uma que foi posta porque oferecia prendas na direção, porque tem um sogro mesmo que aposentado manda na escola mas ela basicamente só sabia fazer vencimentos que é o que interessa a diretora e que entrou ilegalmente para assistente técnica. Essas são as boas...

    ResponderEliminar
  14. ra relativamente fácil e barato, digo eu:

    O ministério da educação (sem falar nas escolas que passaram para as autarquias que aí o lambe botas e lambe outras coisas é uma vergonha) faria uma prova igual para os que estão nesta situação e poria os "inertes" que nestes momento se encontram nas Dgestes a trabalhar, ao menos a vigiar provas. Uma coisinha simples, com noções de contabilidade pública, legislação (CPA), cultura geral do tipo Em que continente é que Portugal se encontra e, no final, alguma oralidade (nada de segundas interpretações) com questões de resolução de casos práticos. 50 min máximo.
    Como vêem, nada de muito violento para não assistirmos a nenhum espectáculo degradante de unhas entaladas nos dentes e pestanas postiças enlameadas em rímel a caírem e a conspurcarem o enunciado...

    Nada de directora aldrabona, incompetente e CALHAUA a metere aqui a colherada...

    ResponderEliminar
  15. Perante a multiplicidade de opiniões qualquer que fosse a escolhida teria logo um milhão de comentários negativos. Senão reparem não há uma opinião igual.

    ResponderEliminar
  16. Pelos comentários que se vêem aqui, depreendo que muito poucos devem ser os Serviços Administrativos que estão contentes com a chefia dos CT. Penso, também, que este devia ser um assunto a ser pensado com muita urgência, não só em Lisboa como pelas direcções das escolas. É grave, extremamente grave, que a maioria dos trabalhadores não se reveja nas suas lideranças. Questão central, esta situação deve-se aos trabalhadores ou aos CT??? Obviamente que a resposta é CT.
    António José Meireles

    ResponderEliminar


Agradeço o seu contributo com interesse público e de forma séria.

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...